dez 04, 2017 blogsadm Alimentação Sem comentários

Aplicações na indústria avícola

Aturdimento de aves com CO2 (CAS)

A legislação europeia (diretiva 93/119/CE e o novo regulamento que a substituirá brevemente) advoga que se evite o sofrimento desnecessário dos animais, em vista do que exige a tomada de medidas por parte dos matadouros para assegurar o bem-estar animal nos seus processos, com base no conhecimento científico.

O aturdimento de aves através de atmosfera controlada CAS responde totalmente a este tipo de medidas e acarreta benefícios económicos para os matadouros relacionados com a qualidade da carne e melhorias da produtividade.

Vantagens do aturdimento com atmosfera controlada face ao aturdimento elétrico

  • Redução da rutura de ossos, coágulos e hematomas nas peças que implicariam um recorte das mesmas.
  • Maior proporção de bifes de alta qualidade.
  • Redução dos danos causados nas asas ao pendurar as aves ainda vivas.
  • Produz um aumento da pressão sanguínea que facilita o sangramento.
  • A carne torna-se mais macia devido ao aumento da atividade das suas enzimas proteolíticas naturais.
  • Facilita o depenar das aves devido à menor exigência das depenadoras.
  • Maturação mais rápida. Facilita o corte em pedaços com menos tempo de refrigeração.
  • Cor mais clara e consistente dos pedaços.

Bem-estar animal

  • As aves são penduradas e posteriormente degoladas em estado de completa inconsciência evitando assim qualquer dor e sofrimento.
  • Evita-se o stress do animal associado à operação de suspensão.
  • Controlo preciso do processo, o que contribui para um tratamento mais humano do animal.

Custos de produção

  • Melhor rendimento do processo (aumento do número de aves penduradas por pessoa, por hora).
  • Redução do número de operadores.
  • Menor especialização necessária dos operadores.
  • Processo suscetível de automatização.

Condições de trabalho dos operadores

  • Menores riscos para o operador já que não manuseia nem pendura aves ativas.
  • Melhores condições ambientais de trabalho: não há animais a bater as asas, menos pó, mais luz, etc.
  • Elimina-se o perigo de contaminantes biológicos que afetem a saúde dos trabalhadores.

Sistema de aturdimento de aves CAS desenvolvido e patenteado pela Nippon Gases

Durante anos, a Nippon Gases desenvolveu uma tecnologia própria a nível mundial para o aturdimento de aves em atmosfera controlada. O sistema desenvolvido pela Nippon Gases permite aturdir as aves ainda nas gaiolas. Este sistema foi desenvolvido para perus e frangos em diferentes instalações e funciona com êxito em todo o mundo.

No caso dos perus, a sua maior dimensão comparativamente aos frangos torna o manuseamento e suspensão de animais ativos especialmente críticos, tanto do ponto de vista das condições de dureza do trabalho como dos riscos para o operador.

Principais características

  • O aturdimento é realizado nas próprias gaiolas onde os perus são transportados para o matadouro.
  • Permite usar as gaiolas e a infraestrutura existentes.
  • O processo é realizado apenas com CO2 em três etapas com um tempo total de cinco minutos para perus e cinco etapas com um ciclo de sete minutos no caso dos frangos, eliminando o sofrimento da ave durante as fases que se seguem: relaxamento, anestesia ou insensibilização.
  • Processo automatizado.
  • Seguro e altamente fiável.
  • Fácil de integrar com os processos existentes.
  • Requer um espaço e investimento mínimos.
  • Permite manter o sistema de aturdimento elétrico, portanto, não é necessário parar a produção durante a instalação do aturdidor CO2.
  • Máxima flexibilidade e adaptabilidade do sistema.

Para esclarecer quaisquer dúvidas, contacte o nosso especialista em alimentação aqui.